imprensa

Formandos da Fundação das Artes trazem ao palco o universo de Clarice Lispector

“Tal Qual Confete ou A Última História” é fruto do processo colaborativo e ficará em cartaz entre 25 de agosto e 12 de outubro
imprensa

Os formandos do Curso Técnico em Teatro da Fundação das Artes de São Caetano do Sul apresentam o espetáculo “Tal Qual Confete ou A Última História”, no Teatro Timochenco Wehbi, na sede da instituição (Rua Visconde de Inhaúma, 730, Oswaldo Cruz). A peça estreia no próximo dia 25 e segue em cartaz até 12 de outubro, com apresentações aos sábados, às 20h e domingos, às 18h.

A turma se baseou na obra de Clarice Lispector, especialmente em seus contos, para discutir a vida e a morte, por meio de acontecimentos e ludicidades. O espetáculo se passa no Carnaval, entre o Sábado de Aleluia e a Quarta-feira de Cinzas. Em meio à festa popular, que transita entre o sagrado e o profano, os personagens da história vivem conflitos, alegrias e decepções.

O texto é dividido em três partes e busca contar a história dos personagens pelo prisma do sonho e da realidade. Os conflitos entre o onírico e realidade estão presentes na obra da escritora e também no Carnaval, ocasião em que vestir a fantasia permite viver experiências que o cotidiano nos impossibilita.

De acordo com Celso Correia Lopes, professor que assina a direção e dramaturgia, o título do espetáculo é uma brincadeira com os títulos de contos e livros de Clarice. “A obra mais conhecida desta escritora, ‘A Hora da Estrela’, tem 13 títulos. Escolhemos dois que traduzem a pesquisa transformada em obra teatral”, explica.

O trabalho é resultado do processo de montagem da Turma 61, formada por 12 atores. Ao longo dos três anos e meio de curso técnico, o grupo teve a oportunidade de encenar os mais diversos estilos e períodos artísticos, passando por variados processos colaborativos, investigações cênicas e autores, como, por exemplo, José Roberto Torero, Alípio Correia, J.B. Pristley e Luis Alberto de Abreu.

Mais informações pelos telefones 4239-2020 ou 4239-2026 e pelo e-mail teatro@fascs.com.br.

Da Redação
20/8/2019

SERVIÇO:
Tal qual confete ou A última história

Sinopse
: A Turma 61 do Curso Técnico em Teatro da Fundação das Artes apresenta a leitura contemporânea para o universo de Clarice Lispector. Na festa de Carnaval personagens refletem sobre suas existências. As histórias se cruzam ora pelo onírico, ora pela realidade. Tal qual é a obra da escritora. Paulo, Carla e outros personagens transitam pela Praça Mauá em busca de respostas pelas escolhas que definiram suas vidas.
Local: Teatro Timochenco Wehbi (na sede da Fundação das Artes)
Endereço: Rua Visconde de Inhaúma, 730, Bairro Oswaldo Cruz, em São Caetano do Sul
Temporada: 25 de agosto a 12 de outubro
Horários: Sábados, às 20h e domingos, às 18h
Entrada: R$ 20 (inteira) e R$ 10 (meia-entrada e promocional com filipeta). Ingressos à venda uma hora antes da sessão
Lotação: 100 lugares
Duração: 100 minutos
Classificação: 14 anos
Informações: 4239-2020/ 4239-2026 / teatro@fascs.com.br

FICHA TÉCNICA:
Elenco: (Turma 61) Amanda Cavalcanti, Anna Ediene, Beatriz Marucchi, Gustavo Cano, Jenifer Alvite, Jéssica Wingester, Jonathan N. Silva, Karin Mazorka, Leonardo Cabello, Lucas Di Castro, Marina Negreiros, Rebeca Rossi, Talita Porftella e Melissa Aguiar (atriz convidada)
Banda: Gustavo Marabiza (Contrabaixo Acústico e Elétrico), Luiza Marcon Martins (Guitarra e Violão), Yasmin Matias (Percussão e Bateria)
Núcleo de Criação: Célia Luca (Direção de ator e Assistência de direção), Celso Correia Lopes (Direção e Dramaturgia), George Vilches (Concepção de figurinos e visagismo da maquiagem), Melissa Aguiar (Assistência de direção, Preparação e Expressão corporal), Paula Venâncio (Concepção Cenográfica), Samanta Okuyama (Direção Musical) e Sérgio de Azevedo (Design de Luz)

 

voltar